Afubra divulga dados do Projeto Nascentes

02, outubro de 2018

Em 2015, a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), por meio do Projeto Verde é Vida, e em parceria com a Universidade Federal de Santa Maria (Ufsm), iniciaram o Projeto Nascentes. O foco do Projeto Nascentes é a recuperação das fontes de água em propriedades agrícolas. Porém, engloba a educação ambiental e a valorização das espécies nativas de árvores. Em agosto daquele ano, com a participação de alunos e professores da Escola Estadual Adolfo Mânica, de Linha Araçá, município de Boqueirão do Leão/RS, iniciaram a recuperação de duas nascentes nos arredores do educandário.

Com o consentimento e apoio dos proprietários das terras – Adelar Germano Lied e Luiz Paulino Pífer – foram plantadas mudas de árvores nativas. Esse plantio foi realizado pelos alunos da escola, acompanhados pela equipe do Projeto Verde é Vida e pela professora Maristela Machado Araújo e estudantes do curso de Engenharia Florestal da Ufsm. Mas, não foi somente plantar as árvores. As mudas tiveram o seu crescimento acompanhado de perto pela professora Maristela e graduandos de Engenharia Florestal, com a realização de quatro medições anuais. Eles também visitaram a escola, onde os alunos foram informados sobre o andamento do projeto e receberam informações e orientações ambientais. Além disso, os proprietários das terras e os alunos da escola Adolfo Mânica também cuidam da área em desenvolvimento.

CULMINÂNCIA – O dia 28 de setembro foi escolhido para ser o dia que marca a Culminância do Projeto Nascentes. Neste dia, autoridades e imprensa puderam verificar “in loco” os resultados do trabalho. "Não se trata de um encerramento, pois as nascentes seguirão sob os cuidados dos proprietários das terras e com o acompanhamento da escola. A nossa proposta é de levar a ideia para outras escolas e localidades”, explica o coordenador pedagógico do Projeto Verde é Vida, professor José Leon Macedo Fernandes.

O vice-presidente da Afubra, Marco Antonio Dornelles, destacou que “o Projeto Nascentes é um elo de ligação entre a Bolsa de Sementes com as comunidades, pois as escolas coletaram, a universidade produziu e as sementes voltaram como mudas para recuperar as fontes de água. Esse caminho mostra a importância das parcerias com as escolas e com as propriedades agrícolas”.

A oportunidade de atividades de extensão e trabalhar com crianças foi agradecida pela professora de Engenharia Florestal da Ufsm, Maristela Machado Araújo, que é também coordenadora do Bolsa de Sementes e do Projeto Nascentes, dentro da Universidade. Ela ainda falou sobre o potencial das crianças e conclamou todos os setores – públicos e privados – a priorizarem a educação.

O diretor da escola, Leandro Fernandes, agradeceu a Afubra pela parceria com o projeto Verde é Vida que, há 18 anos, proporciona apoio pedagógico e oportunidades aos alunos e professores. À Universidade, ele agradeceu pelo carinho e aprendizado repassado aos alunos durante o Projeto Nascentes. O coordenador da 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Luiz Ricardo Pinho de Moura, enfatizou que “feliz da escola que conta com parcerias e faz gestão, pois trazem foco, visão e empreendedorismo”. O prefeito de Boqueirão do Leão, Paulo Joel Ferreira, destacou que “a parceria é fundamental para as crianças e para a construção de um futuro melhor”.

 

Jorn. Luciana Jost Radtke

Tags: Verde é Vida, Nascentes, Floresta, Bolsa de Sementes

COMPARTILHAR:

Top