Corais promovem noite de cultura, alegria e descontração

26, setembro de 2017

O 21º Encontro de Corais da Afubra foi diferente. Sem mestre de cerimônias, o público presente foi recepcionado pela “Rádio Coral” e pelo “radialista” Luiz Afonso Hermes (integrante do Coro Masculino da Afubra), numa alusão às transmissões ao vivo que Rádios realizam de eventos. Todo o evento foi apresentado com “entrevistas” com membros dos corais e público presentes, inclusive com pedido de música e sorteio de brindes. Segundo o presidente da Afubra, Benício Albano Werner, o objetivo foi descontrair o tradicional encontro e “fazer algo diferente”.

Ao ser “entrevistado” na abertura do evento, Werner destacou a alegria da entidade em auxiliar na preservação da arte do canto coral. Também foi homenageado, na oportunidade, o regente Abílio Piovesan, que dirigiu os trabalhos do Coral da Afubra e do Coro Masculino durante 22 anos. Abílio recebeu as homenagens da diretoria da Afubra e destacou sua alegria em fazer parte da história dos Corais. Finalizou dizendo que “deixei a regência em ótimas mãos”. Atualmente, os dois corais estão sendo regidos por Gustavo Henrique Sehnem. O 21º Encontro de Corais da Afubra ocorreu no sábado, 23 de setembro, no Teatro do Colégio Mauá, em Santa Cruz do Sul/RS.

CORAL DA AFUBRA - O Coral da Afubra foi fundado em 17 de janeiro de 1995, com o propósito de, por meio da música e do canto, dar respaldo e incrementar as manifestações culturais apoiadas e incentivadas pela sua mantenedora, a Associação dos Fumicultores do Brasil. Seu regente, Gustavo Henrique Sehnem, canta em coral desde os nove anos de idade e formou-se profissionalmente em regência coral pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). No sábado, o Coral, tendo por acompanhamento na bateria, Icarus Conrad Machado, no violão, Bruno Miguel Lenz, e no contrabaixo, Aquiles Eduardo Noll, apresentou as músicas: Guantanamera, Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim, My Way (Meu Caminho) e Admirável Gado Novo.

CORAL DE URUGUAIANA - O Coral de Uruguaiana foi fundado em 1º de novembro de 1989, através da então Divisão de Cultura da SEMEC, tornando-se após uma entidade civil independente. Sua regente e preparadora vocal é a professora Helena Patschkowski Mohr, natural de Santa Cruz do Sul.  Realiza no Coral um trabalho voluntário. É formada em Curso Superior de Piano pelo Liceu Musical Palestrina e em Educação Artística pela PUC-RS de Uruguaiana. Apresentaram, acompanhados ao violão por Caio Silva, as músicas: Un Vestido y un Amor, Guri, Reflexão e Carinhoso.

CORO MASCULINO DA AFUBRA - Fundado no dia 29 de agosto de 2010, o Coro Masculino da Afubra tem como objetivo levar música para os mais diversos recantos. A regência também é de Gustavo Henrique Sehnem. Apresentaram as músicas: Wunderbar Ist Jesus, Ave Maria do Morro, O Uirapuru.

CORAL PROCERGS - O Coral Procergs existe desde 1992, formado por funcionários da Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul e cantores da comunidade de Porto Alegre, onde é sediado. É mantido por doações de funcionários e cantores. A regência é de Manuel Figueiredo de Abreu, bacharel em Regência Coral pela UFRGS e licenciado em música pelo IPA. No Encontro, apresentaram as músicas: Ich Liebe Dich (Eu amo você), Piedra Y Camino, Wish You Were Here e As Forças da Natureza.

GRUPO POLKA - O Grupo de Dança Folclórica Alemã Polka Oficial do Centro Cultural 25 de Julho, de Santa Cruz do Sul, foi fundado em 1980 pelo professor Nelson Bender e as professoras Iria Bender e Any Quatke, com o objetivo de resgatar as tradições e costumes dos antepassados. O coordenador é Ricardo Barbian que participa do grupo Polka desde 1998. Ao longo dos anos, realizou diversos cursos de aperfeiçoamento, específicos para coordenadores de grupos folclóricos, na Casa da Juventude de Gramado. Eles apresentaram as danças: Feuer Fest, Steirider Ländler, Sching Kontra e Löffel Spielen.

 

Jorn. Luciana Jost Radtke

Tags: Coral, Música, Canto, Dança

COMPARTILHAR:

Top