São José do Cedro sedia reunião do Verde é Vida

14, julho de 2017

Forno solar, uma alternativa sustentável, da escola Padre José de Anchieta, de São Miguel d’Oeste; Composto de rejeitos, da escola Waldemar Antônio Von Dentz, de São Miguel d’Oeste; Escola sustentável, da escola de São José do Cedro; Água sanitária caseira feita com cinza, da escola de São José do Cedro; Adubador mecânico de tabaco, da Casa Familiar Rural de Iporã d’Oeste; e Sucessão Familiar, do Centro Integrado de Ensino Rural de Iporã d’Oeste. Esses são os seis trabalhos classificados na 1ª Fase da Etapa Regional da Mostra Científica, do Projeto Verde é Vida, realizada no dia 12 de julho, no Clube Cedrense, em São José do Cedro/SC. A reunião reuniu 14 trabalhos de alunos e professores das escolas parceiras de Iporã d’Oeste, Princesa, São José do Cedro e São Miguel d’Oeste, pertencentes a Região de Atuação São Miguel d’Oeste. A 2ª Fase ocorrerá no dia 21 de setembro, em São Miguel d’Oeste, e será definido o trabalho que representa a Região de Atuação durante a 18ª Expoagro Afubra, de 20 a 22 de março de 2018. As avaliações dos trabalhos foram realizadas por pessoas da comunidade e da Unoesc.

A abertura da reunião foi feita pela gerente da Afubra de São Miguel d’Oeste, Cleuze Fachin Martins Pinto, e pelo prefeito de São José do Cedro, Antônio Plínio de Castro Silva. Durante a reunião foram entregues os cheques do programa Bolsa de Sementes e, na Região de Atuação São Miguel d’Oeste, o cheque de maior valor (R$ 805,0) foi conquistado pela escola Padre José de Anchieta, de São Miguel d’Oeste.

 

Jorn. Luciana Jost Radtke

Tags: Verde é Vida, Ano Ambiental, Pesquisa Científica, Bolsa de Sementes

COMPARTILHAR:

Top