Fetag reúne mais de dez mil pessoas em ato contra reforma previdenciária

22, fevereiro de 2017

Mais de dez mil pessoas participaram ontem (21) em Santa Cruz do Sul do ato contra a reforma da Previdência Social promovido pela Fetag e o conjunto do Movimento Sindical dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais (MSTTR). Por volta de 8h, o Parque da Oktoberfest já recebia milhares de pessoas, sinal de que a manifestação teria a presença forte dos agricultores familiares. “Os trabalhadores atenderam ao nosso chamado e saíram em passeata para mostrar ao governo federal que não aceitarão uma reforma previdenciária que retire direitos conquistados lá em 1988 com a Constituição Federal”, disse o presidente da Fetag, Carlos Joel da Silva.

Às 9h eles deixaram o parque e saíram em marcha, atrás de dezenas de tratores, em direção à sede do Sindicato das Indústrias de Tabaco (Sinditabaco), onde reivindicaram melhores preços para o tabaco. Como grande parte dos agricultores ali presentes eram produtores de fumo, a Fetag e STR's acharam interessante fazer essa parada, que teve o apoio e participação da direção da Afubra, entre eles o presidente Benício Albano Werner para mostrar que os agricultores têm uma forte representação, através de suas entidades, e que unidos têm maior poder de barganha junto às fumageiras. Em seguida rumaram para o centro da cidade, onde estão localizadas agências do INSS para dar sequência às manifestações que se prolongaram até o meio da tarde.

Ex-presidentes da Fetag e hoje deputados, Heitor Schuch (federal) e Elton Weber (estadual) seguem suas atividades parlamentares na defesa dos trabalhadores rurais. E hoje, mais do que nunca, contra a perda dos direitos previdenciários com a reforma da Previdência Social. Já o deputado federal e Deonilso Marcon lembra que logo em seguida, uma nova batalha: contra a flexibilização dos direitos trabalhistas, já que a reforma trabalhista atingirá em cheio novamente trabalhadores rurais e urbanos.

Ao mesmo tempo, na Câmara dos Deputados, o vice-presidente da Fetag, Nestor Bonfanti, o presidente da Coohaf, Juarez da Rosa Cândido, o chefe de gabinete do deputado Heitor Schuch, Anselmo Piovesan, e as lideranças Antônio Lucca e Sílvio Borghetti visitaram vários gabinetes com o presidente da Contag, Alberto Broch.

Joel reforça que o momento é preocupante e a sociedade precisa acordar e se dar conta do sério risco que está correndo, reiterando que é necessário, primeiramente, acabar com a corrupção, retirar privilégios dos altos escalões do governo e cobrar os devedores, para que então seja analisada a reforma do sistema previdenciário brasileiro. E nesta quinta-feira (23) ocorrerá o 7° Grito de Alerta Missões, Fronteira Noroeste em Santa Rosa.

 

Assessoria de Imprensa Fetag

Luiz Fernando Boaz

 

Tags: Tabaco, Afubra, Fetag, Previdência Social, Preço, Safra

COMPARTILHAR:

Top